quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

FÉRIAS EM MANAUS


 Após um longo período, eis me de volta a esse espaço.
E penso que é interessante como o vejo. É como se de fato ele demandasse de mim um tempo único, dedicado, feito de exclusividades. Não me permito sentar e escrever apenas porque tenho um blog. A escrita  é um ritual para mim tão sagrado, de tanto prazer, que não sinto vontade de dividi-lo com mais nada. E como estive tomada por outros apelos, só agora me debruço, mais uma vez , sobre as letras e as palavras, que se mostram precárias para descrever as férias em Manaus, onde me banhei, não só no Rio Negro, mas, também, no excesso de amor que só quem tem o privilégio de ter uma família amazonense conhece.Acolhimento e calor humano, senso de humor e ironia, tudo junto e misturado com muita comilança e risadas mergulhadas em bandejas de tambaqui na brasa, pirarucu picadinho com farinha de ariri, tucunaré , cupuaçu, buriti, tapioca no café da manhã, praia do japonês no meio da selva, com areia branquinha como se fosse mar. E doces tão doces, como a imensa doçura que as pessoas de lá carregam na alma. Preciso ir sempre à Manaus...É uma questão de compromisso com a vida. Lá, ela sobra...é só ler HISTÓRIAS NÃO REGISTRADAS, de João Bosco B.Araújo. Vocês vão entender....

Comentário: shehryar anwer deixou um novo comentário sobre a sua postagem "FÉRIAS EM MANAUS":